Toda semana sou bombardeado de perguntas de leitores do blog, a respeito da disfunção erétil. O que é, como acontece e como resolver.

Por isso, criei esse artigo para falar tudo sobre esse problema que atinge cada vez mais os homens do mundo inteiro.

Ao contrário da ejaculação precoce, a disfunção erétil é quando o homem não consegue ter uma ereção firme o suficiente para a relação sexual.

Infelizmente, esse transtorno sexual é mais comum do que se parece e atinge mais de 2 milhões de homens em todo o Brasil.

Quando não cuidado, a disfunção erétil pode durar a vida inteira e pode destruir totalmente sua vida sexual.

Causas

Causas da impotência sexualExistem várias causas para a disfunção erétil. Ela pode ser causada devido à ansiedade, depressão, estresse, problemas vasculares, problemas hormonais, diabetes e problemas neurológicos.

Alguns medicamentos também pode acarretar na disfunção erétil, como os antidepressivos e anti-hipertensivos.

É bom destacar que ter um estilo de vida com excessos com uma alimentação desequilibrada também é um fator determinante para acontecer a disfunção erétil.

Quando consumido em excesso, o álcool provoca o relaxamento dos músculos, incluindo o pênis, que se encontra incapaz de manter uma ereção pelos músculos não conseguirem se manter tensionados.

O tabagismo também é outro grande causador da impotência sexual. Isso é acontece porque o tabaco traz alterações no sistema vascular, podendo impedir a chegada do sangue até o pênis.

A doença de Peyronie, pouco falada, é outro fator que pode causar a impotência sexual. Peyronie é causada por lesão peniana repetida, normalmente durante relação sexual ou atividade física. Na doença de Peyronie, a curvatura é significativa e pode ser acompanhada de dor ou interferir na função sexual.

Com a doença de Peyronie forma-se uma placa de tecido duro ao longo dos tubos interiores do pênis que impede a flexibilização do órgão e dificulta a ereção.

Tratamento

Tratamento para disfunção erétil

É importante destacar que o autodiagnóstico não possibilita que o paciente saiba a causa do problema e, por isso é preciso procurar um urologista para ter um diagnóstico preciso e completo.

É possível tratar o problema sem precisar tomar nenhum remédio para impotência. Para isso é importante ter um estilo de vida saudável e equilibrado.

Além da prática de exercícios físicos, é muito importante evitar de fumar e evitar ao máximo o consumo de bebida alcoólica.

A alimentação é de muita importância, afinal, é ela que trará nutrientes essenciais para a saúde do pênis e no aumento da energia e disposição sexual. Alimentos como a pimenta, gengibre, aspargo, alecrim, ginseng, alho, melancia, ostra e nozes são alguns que precisa-se colocar em uma dieta para impotência.

Por último caso, o tratamento pode ser feito com medicamentos.

Medicamento que ajudam o mecanismo erétil a funcionar melhor que agem na pressão arterial, liberando passagem para que o sangue vá para o pênis.

Os remédios mais recomendados para disfunção erétil é o Viagra, Cialis e Levitra.

Mas atenção, o uso desses medicamentos sem o acompanhamento médico pode trazer vários efeitos colaterais e podem prejudicar ainda mais sua saúde sexual. Por isso, jamais se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico.